Gengivo-estomatite crónica felina - conheça o projecto a decorrer no Hospital Escolar

A Gengivo-estomatite crónica felina (GECF) caracteriza-se por uma inflamação crónica, local ou difusa, da boca, podendo ser do tipo ulcerativo ou ulcero-proliferativo.A dor associada à GECF provoca um comportamento de ansiedade e/ou agressividade para com o alimento e períodos de anorexia. Numa fase inicial, antes de deixar de comer, o gato sente-se desconfortável e por isso diminui a frequência dos seus cuidados de higiene. Nesta fase  o pêlo fica baço com regiões de acumulação de saliva, nomeadamente nos membros anteriores e cantos da boca.

 

 

 

O diagnóstico é feito através do exame clínico, várias análises clínicas (hemograma, bioquímicas, pesquisa de vírus), exames radiográficos (radiografias intra-orais) e biópsiaspara diagnóstico definitivo. Está a decorrer um projeto de estudo no Hospital Escolar Veterinário, no âmbito da realização de Tese de Mestrado Integrado em Medicina Veterináriadedicado à gengivo-estomatite crónica felina. São aceites para este trabalho, gatos com GECF diagnosticada mais de um ano. Se for proprietário de um gato com GECF pode marcar uma consulta de inclusão no estudo gratuita, por telefone (918 037 699) ou por e-mail ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar ).

 
Com este estudo pretende-se avaliar a eficácia do gel mucoadesivo como tratamento de manutenção na Gengivo-estomatite crónica Felina.
 
Agradecemos desde a sua participação e a divulgação deste e outros trabalhos em curso no Hospital Escolar Veterinário.
 
Coordenação e orientação do projecto: Lisa Mestrinho ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar )